Filme O preço do amanhã

Em O preço do amanhã, a moeda não é mais o dinheiro, e sim o tempo. Quando você nasce, colocam um cronômetro no seu pulso, e aos 25 anos ele é ativado, lhe informando que você possui somente mais um ano de vida. Infelizmente, famílias simples precisam usar esse ano para pagar contas comuns, como água e luz, fazendo com que a vida se torne sempre uma luta contra o tempo. Trabalhar para ganhar mais horas para poder pagar as contas, e com o que resta, tentar viver a vida da melhor forma possível sem gastar muito. Se não fosse o cronômetro, não seria muito diferente de nossa vida atual, não?

Continuar lendo