Chame como quiser – Anderson Henrique

Por Fernanda Falleiro

Com grandes doses de inventividade o escritor Anderson Henrique (Editora Penalux), em Chame como quiser, brinca com a rotina e nos tira da mesmice com personagens que poderiam ser eu ou você, caso nossa vida fosse um pouco mais fantástica. Que bom que não é, pois a tragédia encontra alguns, o cômico outros e a critica social a todos, neste livro de contos muito bem estruturado.

Continuar lendo

Almakia – A vilashi e os dragões é inacreditável!

A resenha de Almakia foi publicada inicialmente no meu antigo blog, Way to Happiness

Garo-lin é uma vilashi que possui um almaki, ou seja, uma aldeã comum, mas que mesmo assim possui o dom de manipular o fogo. Quando entra no maior Instituto de Almakia, percebe que está ali apenas para ser posta em seu lugar, uma insignificante aldeã com um insignificante poder. O oposto dos cinco dragões, descendentes de famílias poderosas que possuem o maior grau de poder de seus almakis, e os futuros governantes de suas cidades.

Continuar lendo

Surtando com o revival de Gilmore Girls

Vocês já viram que um revival de Gilmore Girls foi lançado nessa última sexta-feira, dia 25, né!? O seriado conta sobre o relacionamento de Lorelai Gilmore, mãe solteira, com sua filha Rory Gilmore, e com sua mãe e seu pai, além de toda a vida que construiu sozinha após ter fugido de casa. Foram sete temporadas acompanhando a vida delas, Lorelai e seus sentimentos turbulentos em relação aos pais, ao ex-namorado e pai de sua filha, e o crescimento de sua vida profissional. Mas, para mim, foi principalmente acompanhar o crescimento de Rory, seus estudos, os relacionamentos, afinal, foi a personagem com quem eu mais me identifiquei desde o início.

Continuar lendo

FantasyLine II em Foz do Iguaçu!

Esse fim de semana eu estive presente na segunda edição do FantasyLine, em Foz do Iguaçu! O evento, organizado pela Academia de Letras de Foz do Iguaçu (ALEFI), tem como foco o mundo fantástico que está presente na literatura, em jogos de tabuleiro e de vídeo game, em música… Todas as suas vertentes! Foram três dias de muito debate, conversas, apresentações, e claro, muitos livros!

Continuar lendo