A infância e o medo em It – A coisa

Gente, que livro fantástico! Apenas no primeiro capítulo de It já dá para perceber como o escritor pretende brincar com seus medos. Você está acompanhando George brincando na chuva, se depara com um palhaço assustador no bueiro, e finaliza com um barco de papel seguindo seu rumo natural no ciclo do esgoto. Como um capítulo que descreve um assassinato pode acabar de forma tão calma? Talvez seja a definição perfeita da cidade de Derry.

Continuar lendo